Peças para o próximo leilão

751 Itens encontrados

Página:

  • BACCARAT - Modelo "Malmaison" - Raro conjunto de seis elegantes cálices em cristal francês, bojo abaulado e facetado em overlay incolor sobtonalidade verde esmeralda. França. 19 cm.
  • Arcaz em madeira nobre, composto por três gavetões e sete gavetas, todos guarnecidos de puxadores em bronze. Tampo e base moldurados. Brasil. Séc. XIX. 110 x 272 x 103 cm.
  • ODON NOGUEIRA - Mulher com duas Meninas. Escultura em barro. 33 x 45 x 26 cm. Nasceu em Bela Vista de Goiás e começou sua carreira em 2003, trabalhando em pedra sabão e desenvolvendo temas abstratos. Hoje é conhecido e admirado por suas obras em terracota, com forte influência de Antônio Poteiro, seu mestre. Odon conseguiu, no entanto, desenvolver um estilo próprio, em obras que expressam uma simbologia e uma maneira de interpretar o mundo bastante pessoal e original. Seus trabalhos foram expostos em Miami, na Fundação Barão Of Fulwood e está presente em galerias de Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Paraná.
  • Conjunto de três mesas ninho em estilo Chippendale, com tampo em palhinha indiana e sobretampo em vidro; a mesa maior apresenta medalhão entalhado ao centro: 55 x 52 x 37 cm / 52 x 42 x 33 cm / 49 x 32,5 x 29 cm.
  • Papeleira brasileira em jacarandá, com tampo reclinável revelando interior com gavetinhas e escaninhos. Caixa retangular com gavetas e par de gavetões à frente. Saia inferior com frisos em degraus e pés retos. Séc. XVIII / XIX. 111 x 109 x 63 cm.
  • Escola francesa - Escultura em bronze patinado representando Caçador com Machado. Assinatura ilegível e selo de fundição francesa. Base em mármore recortado. 66 x 35 cm.
  • ZÉ BEZERRA  Figura. Escultura em madeira. Assinado. 79 x 27 x 12 cm. Não se pode falar de Zé Bezerra sem antes situá-lo em seu habitat, o Vale do Catimbau no grande sertão de Pernambuco, um dos mais importantes sítios arqueológicos brasileiros e um verdadeiro santuário ecológico. Entre fósseis de animais pré-históricos e inscrições rupestres de mais de 5.000 anos, com registros da vida e dos costumes dos primeiros habitantes da região, Zé Bezerra vive no município de Buíque. O livro Pernambuco Feito à Mão traz um sensível retrato de sua arte: Figuras totêmicas, enigmáticas, emergem de um imaginário coletivo, ancestral. A cor bruta da matéria-prima confere expressividade à escultura: a concisão de volume corresponde à força de uma esfinge e o contorno exibe linhas quase retas sem abdicar de plena definição espacial A volumetria, aparentando certa uniformidade, certa economia de elementos visuais, não esconde nem dispensa detalhes decisivos ao olho e ao deleite dos sentidos. O fotógrafo e jornalista Eduardo Issa também nos faz uma descrição emocionada do artista: Voltando dos Breus a caminho do povoado do Catimbau, uma figura pitoresca e carismática fez do quintal da sua casa u
  • Grande e antigo armário de farmácia brasileiro, em madeira lustrada. Caixa retangular reta construída em três secções, tendo portas duplas na parte inferior, encimadas por seis gavetões alinhados e portas envidraçadas revelando interiores com prateleiras. Final do séc. XIX / Início do XX. 303 x 242 x 48 cm. Móvel pertencente ao acervo do Sítio Toca do Tatu, Votorantim, SP.
  • Escola Italiana. Escultura em alabastro de cor marfim, representando figura feminina. Base almofadada e recortada. Assinatura ilegível localizada em Florença. 62 x 24 x 23 cm.
  • Par de castiçais em porcelana europeia policromada, moldados no formato de jovens mães com filhos no colo. Bases recortadas. No verso, marca da manufatura de Plaue-Saxe. Séc. XIX. 30 x 15 cm.
  • Conjunto inglês de contador e cômoda, estilo georgeano decorado em chinoiserie, com motivos em lacas a ouro representando personagens em jardins sobre fundo negro. Constando de armário de formato retangular, ricamente ornamentado por largas ferragens em bronze, com duas portas revelando interior com gavetas e pequeno armário. Cômoda apresentando par de gavetas e par de gavetões, seguindo a mesma decoração laqueada. Saia inferior em degraus apoiada em largos pés de bolacha. Séc. XVIII. 171 x 118 x 51 cm.
  • Ostensório em prata repuxada e cinzelada, ornamentado por medalhão central com raiados e adornos vazados, encimado por cruz lisa. Haste lavrada e apoiada em base cônica e lobulada, realçada por frisos em degraus e pés recurvos. Contraste Teor 950. Áustria ou Alemanhã. 71 cm.
  • Sopeira oval em prata inglesa repuxada e cinzelada, de formato oval. Corpo bojudo com largas alças laterais. Tampa lisa e abobadada encimada por pega no formato de argola. Prateiro Robert Garrard. 21 x 48 x 29 cm.
  • CHRISTOFLE - Modelo "Perlés" - Faqueiro francês de metal espessurado a prata, da Maison Christofle. Paris. França. Séc. XX. Constando de 130 peças, sendo: 12 garfos grandes, 12 facas grandes, 12 colheres p/ sopa, 12 garfos p/ sobremesa, 12 facas p/ sobremesa, 12 colheres p/ sobremesa, 12 garfos p/ peixe, 12 facas p/ peixe, 12 colheres p/ chá, 12 colheres p/ café, 10 peças de servir. Acondicionadas em estojo de tecido original com identificação das peças. Peças em excelente estado de conservação.
  • NOÊMIA MOURÃO (Bragança Paulista, 1912 / SP, 1992) - Vaso de Flores. Óleo s/ tela. Ass. cie e datado Paris 935. 62 x 51,5 cm (MI). 97 x 86 cm (ME). Excelente pintora, cenógrafa e desenhista. Em 1932, estuda com Di Cavalcanti (1897-1976), com quem casa-se no ano seguinte. Entre 1935 e 1940, vive em Paris (França) e frequenta as academias Ranson e de La Grande Chaumière e estuda Filosofia e História da Arte na Sorbonne. Colabora como ilustradora, para os jornais "Le Monde" e "Paris Soir" e é contratada pela Rádio Difusion Française, para participar de um programa sobre literatura e artes plásticas, juntamente com Cicero Dias (1907-2013), Tavares Bastos e Marcelino de Carvalho. De volta ao Brasil, estuda escultura com Victor Brecheret (1894-1955).
  • PIETRO BRACCI (Roma, 1700 - 1773). ATRIBUÍDO. Escola Italiana - Escultura de mármore de Carrara representando Deus Romano de pé. 72 x 37 x 17 cm.
  • Credência brasileira em madeira policromada, lavrada em estilo D. José, com tampo retangular recortado. Caixa bombée ornada com adornos barrocos, rematada por saia ondulada. Pernas curvilíneas com joelhos salientes. Séc. XIX. 84 x 102 x 64 cm.
  • DOMINIQUE ALONSO - "São José". Escultura de bronze com marfim. Assinada. França. Início do séc.  XX. 31 cm (escultura). 2.5 cm (base).
  • Par de poltronas francesas, estilo Louis XVI, da Maison Jansen  Paris. Estruturas em madeira patinada, com frisos de folhagens e adornos em alto relevo realçados em tons de verde. Encostos arqueados, assentos quadrangulares e pernas caneladas. Estofamento em tecido listado salmão e creme.102 x 70 x 54 cm.
  • BACCARAT - "Service de Nuit". Belíssimo conjunto de opalina "Savounesse", da manufatura francesa em tonalidade branca com rica decoração em ouro. França. Primeira metade do séc. XIX. Constando de: 2 "decanters", 1 taça, 1 púcaro e 1 bandeja circular. "Decanter" maior (26 cm) / Bandeja (26.5 cm).

751 Itens encontrados

Página: